INSTRUMENTO PARA CONSULTA DE ENFERMAGEM EM IDOSOS COM DEPRESSÃO: UMA REVISÃO INTEGRATIVA

Jeane Silva Rocha, Greicy Kelly Gouveia Dias Bittencourt

Resumo


Objetivo: este estudo teve por objetivo identificar, na literatura científica, os instrumentos utilizados por enfermeiros, para realizar os cuidados de enfermagem em idosos com depressão e residentes nas Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPI). Métodos: realizou-se uma revisão integrativa da literatura, com abordagem qualitativa e quantitativa. As bases de dados consultadas foram: Cumulative Index of Nursing and Allied Health Literatura (CINAHL), Public Medline (MEDELINE), Publishers Weekly (EBSCO), Coleção Principal (Clarivate Analytics) (Web of Science). As buscas ocorreram nos meses de abril e maio de 2018. Foram incluídos artigos, no período de 2009 a 2018, nos idiomas Português, Inglês e Espanhol, com textos livres, completos e disponíveis nas bases de dados, de forma gratuita, tendo como foco, idosos maiores de 60 anos com depressão. Resultados: não foram encontrados instrumentos da Sistematização da Assistência de Enfermagem (SAE), que auxiliem o enfermeiro na consulta de enfermagem aos idosos institucionalizados com depressão. Verificou-se que existe a necessidade de desenvolver-se uma assistência de enfermagem qualificada, criando instrumentos voltados para os cuidados de enfermagem, a fim de que possam atender as necessidades dos idosos institucionalizados. Descritores: Idoso; Assistência de Enfermagem; Instituição de Longa Permanência para Idoso; Depressão; Enfermagem.

 


Texto Completo:

PDF (PT)

Referências


REFERÊNCIAS

ANDRADE, L. M.; SENA, E. L. S.; PINHEIRO, G. M. L.; MEIRA, E. C.; LIRA, L. S. S. P. Políticas públicas para pessoas idosas no Brasil: uma revisão integrativa. Ciênc. saúde coletiva, vol.18 n.12 Rio de Janeiro Dec. 2013 [acesso em 06 mar. 2018]. Disponível em: .

LEITE, M. T.; DAL PAI, S.; QUINTANA, J. M.; COSTA, M. C. Doenças crônicas não transmissíveis em idosos: saberes e ações de agentes comunitários de saúde. Revista de Pesquisa Cuidado é Fundamental [online] 2015 [acesso em 13 mai. 2018]. 7 (2). Disponível em: .

GALHARDO, V. A. C.; MARIOSA, M. A. S.; TAKATA, J. P. I. Depressão e perfis sociodemográfico e clínico de idosos institucionalizados sem déficit cognitivo. Rev Med Minas Gerais. 2010 [acesso em 08 mar. 2018]. Disponível em: .

BRASIL. Programa Nacional de Imunizações. 2003 [acesso em 22 mar. 2018]. Disponível em: < http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/livro_30_anos_pni.pdf>.

SILVA, B. T.; SANTO, S. S. C. Cuidados aos idosos institucionalizados: opiniões do sujeito coletivo enfermeiro para 2026. Acta Paul Enferm [Internet] 2010 [acesso em 20 jun 2013];23(6):77581. Disponível em:

EULÁLIO, M.C.; ANDRADE, T. F; MELO, R. L. P; NERI, A. L. A estrutura latente da depressão em idosos: uma análise taxométrica. Cad. Saúde Pública [online]. vol.31, n.3, pp.555-564, 2015 [acesso em 18 mar. 2018]. Disponível em: < http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0102-311X2015000300555&script=sci_abstract&tlng=pt>.

SIQUEIRA, G. R.; VASCONCELOS, D. T.; DUARTE, G. C.; ARRUDA, I. C.; COSTA, J. A. S.; CARDOSO, R. O. Análise da sintomatologia depressiva nos moradores do Abrigo Cristo Redentor através da aplicação da Escala de Depressão Geriátrica (EDG). Ciênc. saúde coletiva [online]. vol.14, n.1, pp.253-259, 2009 [acesso em 08 abr. 2018]. Disponível em: .

TOWNSED, J. D.; MONTOYA, M. M.; CALANTONE, R. J. Form and Function: A Matter of Perspective. 2011 [acesso em 20 mar. 2018]. Disponível em: .

GONZÁLEZ, M. T.; HARTIG, T.; PATIL, G.; MARTINSEN, E. W.; KIRKEVOLD, M. Therapeutic horticulture in clinical depression: a prospective study of active components. 2010 [acesso em 20 mar. 2018]. Disponível: < https://www.researchgate.net/publication/45183714_Therapeutic_horticulture_in_clinical_depression_A_prospective_study_of_active_compo9nents>.

BROWN, M. N.; LAPANE, K. L.; LUISI, A. F. The management of depression in older nursing home residents. 2012 [acesso em 18 mar. 2018]. Disponível em: < https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/12028249>.

GUEDES, C. R.; ALVARENGA, B. D. D. A.; ROTELLA, I. R.; VILELLA, D. V. A. L. Habilidades do Enfermeiro no Diagnóstico e Cuidado ao Portador de Depressão. Rev. Ciênc. Saúde. v5, n 4, 2015 [acesso em 20 mar. 2018]. Disponível em: .

CONSELHO FEDERAL DE ENFERMAGEM (COFEN). Resolução n. 272, de 27 de agosto de 2002. Dispõe sobre a sistematização da assistência de enfermagem (SAE) nas instituições de longa permanência. 2002 [acesso em 23 ago. 2018]. Disponível em: .

CONSELHO FEDERAL DE ENFERMAGEM (COFEN). Resolução número 358/2009. Dispõe sobre a Sistematização da Assistência de Enfermagem [on-line]. Brasília (DF). 2009 [acesso em abr. 2018]. Disponível em:< http://www.cofen.gov.br/>.

HORTA, V. A. Processo de enfermagem. São Paulo: EPU, 1979.

SCHARDT, C.; ADAMS, M. B.; OWENS, T.; KEITZ, S.; FONTELO, P. Utilization of the PICO framework to improve searching PubMed for clinical questions. BMC Medical Informatics and Decision Making [online]. 2007 [acesso 12 mai. 2018)7:16. Disponível em: .

ARAÚJO, G. K. N. A.; SOUSA, R. C. R.; SOUTO, R. Q.; SILVA JÚNIOR, E. G.; EULÁLIO, M. C.; ALVES, F. A. P.; NERI, A. L. Capacidade funcional e depressão em idosos. Rev. Enferm. UFPE [online]. 2017 [acesso em 10 mai. 2018]. Disponível em: .

VERÇOSA, V. S. L.; CAVALCANTI, S. L.; FREITAS, D. A. Prevalência de sintomatologia depressiva em idosos institucionalizados. Disponível em: .

SILVA, J. K. S.; ALBUQUERQUE, M. C. S.; SOUZA, E. M. S.; MONTEIRO, F. S.; ESTEVES, G. G. L. Sintomas Depressivos e Capacidade Funcional em Idosos Institucionalizados. 2015 [acesso em 12 mai. 2018]. Disponível em: < https://rua.ua.es/dspace/bitstream/10045/46623/1/Cultura-Cuidados_41_18.pdf>.

LENARDT, M. H.; MICHEL, T.; WACHHOLZ, P. A.; BORGHI, A. S.; SEIMA, M. D. O desempenho de idosas institucionalizadas no miniexame do estado mental. Acta paul. enferm. [online]. 2009 [acesso em 20 mai. 2018] vol.22, n.5, pp.638-644. Disponível em: .

SILVA, E. R.; SOUSA, A. R. P.; FERREIRA, L. B.; PEIXOTO, H. M. Prevalência e fatores associados à depressão entre idosos institucionalizados: subsídio ao cuidado de enfermagem. Rev. Esc. Enferm. USP [online]. 2012 [acesso em 20 mai. 2018]. Disponível em: .

PIRES, W. G. B.; PESSALACIA, J. D. R.; MATA, L. R. F.; KUZNIER, T. P.; PANITZ, G. E. C. Efeito da intervenção clown no padrão de depressão de idosos em instituição de longa permanência. Cienc. y Enferm. XXI [online]. 2015 [acesso em 21 mai. 2018] (2): 99-111. Disponível em: .

HOSHAKI, C. F. S.; GONÇALVES, J. M.; SANTOS, D. C. C.; BRAGA. C.; RODRIGUES, C. C. Qualidade de vida em idosos institucionalizados no município de Suzano. 2011 [acesso em 22 mai. 2018]. Disponível em: .

PINHO, M. X.; CUSTÓDIO, O.; MAKDISSE, M.; CARVALHO, A. C. C. Confiabilidade e validade da escala de depressão geriátrica em idosos com doença arterial coronariana. Arq. Bras. Cardiol. [online]. 2010 [acesso em 20 jun. 2018], vol. 94, nº5. Disponível em: < http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0066-782X2010000500001>.

FOLSTEIN, M. F., FOLSTEIN S. E., & MCHUGH, P. R. Minimental state: a practical method for grading the cognitive state of patients for the clinician. Resear. Journ. Psych. 1975 [acesso em 24 jun. 2018], Nº, 12, Vol. 3, pp. 189-198.

NOBREGA, I. R. A. P.; LEAL, M. C. C.; MARQUES, A. P. O.; VIEIRA, J. C. M. Fatores associados à depressão em idosos institucionalizados: revisão integrativa. Saúde debate [online]. 2015, vol.39, n.105, pp.536-550. Disponível em: .




DOI: http://dx.doi.org/10.24902/r.riase.2019.5(1).%p

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




ISSN 2183-6663

REVISTA INDEXADA: DOAJ| Directory of Open Access Journals