Horizontes da Avaliação em Tecnologias da Saúde

Carlos Alberto da Silva, Rui Pedro Almeida, António Abrantes, Dulce M. Lourenço Miranda, Tânia Filipa da Silva, Luís Pedro Ribeiro, Kevin Barros Azevedo

Resumo


Tomando como pano de fundo as recomendações da International Network of Agencies for Health Technology Assessment (INAHTA) e as propostas de trabalho do Danish Centre of Health Technology Assessment - National Board of Health, os autores colocam em ênfase que a avaliação em tecnologias da saúde (ATS) é um campo de estudos multidisciplinares, cujos resultados comportam diversas implicações clínicas, sociais, culturais, políticas, éticas e económicas no domínio do desenvolvimento, difusão e utilização das tecnologias na prestação dos cuidados de saúde. Refutando a mera ideia de que a ATS seja um veículo instrumentalizado para fornecer aos decisores políticos informações sobre os possíveis impactos e as consequências de uma nova tecnologia nos cuidados de saúde, os autores argumentam que é necessário refletir e debater sobre os critérios de ATS, sugerindo para o efeito a adoção dum modelo plural e multidisciplinar do tipo do modelo dinamarquês, tendo o cidadão-utente no centro do sistema de avaliação em tecnologias da saúde.

Texto Completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN impresso: 2183-9220   |  ISSN eletrónico: 2184-2647



Apoios:

Com a colaboração técnica dos Serviços de Informática da Universidade de Évora